Rádio Onda Viva

.

Emissão Online

União de freguesias não trouxe proveitos financeiros a quem se juntou

Já se completou um ano desde que algumas freguesias foram unidas por imposição legal e, para já, do ponto de vista financeiro não houve qualquer benefício.  Fernando Rosa, presidente da Junta da União de Aguçadoura e Navais, diz que o todo de agora é diferente da soma das partes de outrora. No caso da união entre as freguesias de Aver-o-Mar, Amorim e Terroso, o presidente Carlos Maçães, vê uma vantagem para as populações. Entre as desvantagens da criação de união de freguesia, está a perda de alguma proximidade às populações, mas é um problema que os eleitos procuram minorar. E além dos elementos eleitos na sua lista independente, Carlos Maçães diz que conta sempre com as achegas de membros da oposição como sucedeu recentemente com Joaquim Vilar que foi o candidato do PS. A forma como estão a decorrer as uniões de freguesia no concelho, com excepção da União Póvoa, Beiriz, Argivai, pode ser conferida no programa Praça do Almada, na secção podcast na nossa página na Internet. 

As declarações podem ser ouvidas na edição local das 12 horas

 

RECOMENDADAS

Login