Rádio Onda Viva

Emissão Online

Razões de saúde afastam líder socialista

Abel Maia acaba de renunciar ao cargo de presidente da Comissão Política do PS de Vila do Conde. O advogado adianta na rede social Facebook que o faz por razões de saúde, dado que em Maio, aquando de um problema cardíaco, teve “sorte”, mas “ela pode não se repetir”. Abel Maia decidiu comunicar a decisão em primeira mão a alguns elementos do secretariado, mas depois da palavra se ter espalhado, decidiu tornar pública a saída para “não haver contos e ditos”.“ Foi uma decisão pessoal e genuína que nada tem a ver com estratégias políticas, como já ouvi dissertar. Não dou para o peditório da intriga, da traição e do calculismo”, acrescenta o até agora líder da concelhia que não pretendia sair se as circunstâncias não o tivessem obrigado. “Cumpri uma função difícil, num momento peculiar. Fui empenhado, leal ao projecto, aos eleitos e não eleitos das últimas autárquicas. Nem sempre foi fácil. O lastro de um Partido que perde eleições às vezes é pesado. Mas nunca desisti, nem iria desistir, até que a vida se sobrepôs. O que tem de ser tem muita força”, refere Abel Maia, rematando com a ideia: “não me podem exigir que o meu tempo, seja o tempo de alguém. O meu tempo foi o que eu escolhi, sozinho.” Entretanto, o secretariado do PS refere que assumirá a gestão e atividades do partido até estarem reunidas “as condições adequadas” para a antecipação das eleições que, se o processo não fosse interrompido, só deveriam ocorrer em janeiro de 2020.

Pizzaria Miragem

RECOMENDADAS

Login

Emissão Online