Rádio Onda Viva

.

Emissão Online

Chega denuncia tiros. PSP diz que eram 'rateres' e foi militante

O Chega assegurava que foi recebido a tiro, ontem, em Famalicão, e André Ventura garantia que tinham apresentado queixa às autoridades. Agora, a PSP desmente o partido e diz que foram apenas "rateres" de mota, uma mota que seguia na caravana do próprio Chega.

Tudo começou com o vídeo publicado, ontem, nas redes sociais pelo Chega. O partido queixava-se de ter sido recebido a tira, nas traseiras do recinto da feira semanal de Famalicão e, de facto, na parte final do vídeo é audível um som semelhante ao disparo de uma arma de fogo, que se repete quatro vezes.

"A caravana do Chega é recebida por tiros em Famalicão. Tiros! Vamos permitir que os mesmos de sempre atuem com total impunidade?", pode ler-se num post do partido.

Algumas horas mais tarde, o Comando Distrital da PSP de Braga vinha esclarecer o caso: "no momento da passagem da caravana, encontrava-se uma equipa policial em patrulhamento no recinto da feira que, ao aperceber-se dos sons, saiu do recinto e pôde constaram que se tratava de 'rateres' produzidos por um motociclo que seguia na caravana".

VianaCar

RECOMENDADAS

Login