Rádio Onda Viva

Emissão Online

'Politiquices' tramam Cruz Vermelha

“Chumbo de cedência da escola deixa Cruz Vermelha em risco”. É este o titulo da notícia de hoje do Jornal de Notícia e que sintetiza uma situação em Vila do Conde que está a dar que falar. É que PS e  PSD na Junta de Mindelo chumbaram a cedência da antiga escola do Carvalhal à Cruz Vermelha e esta instituição vê fugir – ou pelo menos ser adiada - uma oportunidade de resolver um problema que, segundo a presidente Luísa Eça Guimarães, é incomportável: o pagamento de uma renda de 21 mil euros em Vilar sobretudo quando se deparou com 190 mil euros de dividas. Socialistas e Sociais-democratas justificam que a presidente da Câmara, Elisa Ferraz, ao anunciar a cedência do imóvel “passou por cima do presidente da junta” o qual acabou “surpreendido” por ter de pagar as obras de adaptação, água e luz ou seja gastos para os quais não possui verbas. Já Elisa Ferraz citada pelo JN adianta que tudo foi negociado com a junta e que a Câmara já tinha dito que o órgão de freguesia não ia ter qualquer encargo. O líder da concelhia socialista, Abel Maia, justificou que o contrato de comodato indica a junta como uma das partes e os termos da cedência não ficaram claros. No meio de tudo isto, de acordo com o diário, a a Cruz Vermelha diz lamentar que “politiquices” estejam a pôr em causa  o “esforço” para ser salva a delegação local que presta socorro à população.

As declarações podem ser ouvidas na edição local.

  

Pizzaria Miragem</p

RECOMENDADAS

Login

 

Emissão Online