Rádio Onda Viva

Emissão Online

Pesquisar

Funcionária pública acusada de ficar com dinheiro

Uma funcionária da Segurança Social “em funções no serviço local de atendimento da Póvoa de Varzim entre 9 de Maio de 2016 e 13 de junho” do mesmo ano, foi acusada, pelo Ministério Público, de se ter apropriado de uma quantia superior a dois mil euros - em concreto “dois mil 162 euros e 58 cêntimos” - relativa a prestações e contribuições entregues por utentes da Segurança Social. Quem dá esta informação é a Procuradoria-Geral Distrital do Porto que, em nota enviada à imprensa, refere que a arguida, assistente administrativa no Centro Distrital de Segurança Social do Porto, não registava os recebimentos na “Gestão de Tesouraria, ficando com as verbas em causa” e ao utente “entregava uma segunda via de um recibo de pagamento anterior, como se reportado ao efetuado naquela data”. O Ministério Público acusa a funcionária do crime de peculato, num proceso que decorreu no Departamento de Investigação a Ação Penal (DIAP) do Porto.

Juntar a Junta

RECOMENDADAS

Login

Emissão Online